Internet: 5 dicas para aumentar a segurança das crianças na rede

Spread the love
Rate this post

A internet tornou-se uma das ferramentas mais importantes na atualidade, através dela é possível ter acesso a milhares de informações e transformar a educação em algo mais acessível e prático. Porém, na mesma proporção em que oferece benefícios, temos os riscos quando o assunto são crianças na rede. As redes sociais e diversas plataformas em que as pessoas têm acesso, podem-se transformar em algo perigoso para os nossos filhos, sobrinhos, irmãos e outros, uma vez, que é difícil controlar a situação.

Para crianças os riscos multiplicam-se devido a inocência com que atuam neste cenário. Tanto da escola como da família, algumas medidas devem ser tomadas para evitar algumas práticas e para que as mesmas aprenderem a usar a Internet de maneira responsável e apropriada à sua idade.Confira a seguir 5 dicas de segurança na Internet.

1. Ser Pais Digitais e bem informados

Para poder ensinar, é necessário aprender e, no uso responsável da Internet, a educação deve começar de casa. É importante que os pais saibam como funcionam as redes sociais, que tipos de conteúdo seus filhos geralmente acessam, como pesquisar na Internet etc. Somente através do conhecimento do ambiente digital nossas crianças podem ser informadas de possíveis riscos.

2. Nunca fornecer dados pessoais

Quando criamos um perfil nas redes sociais, é importante acessar as configurações de privacidade para que algumas informações pessoais que não nos interessam sejam publicadas automaticamente, como o endereço ou o número do celular. Além disso, a criança deve ser ensinada a não fornecer informações pessoais a qualquer estranho com quem fale.

3. Ensinar as crianças a pedir ajuda

Muitas crianças e jovens que foram assediados na Internet não lhes disseram até muito mais tarde por medo, vergonha ou medo de represálias. Está nas mãos da família e dos professores ensiná-los a detectar os sinais de perigo e a criar um clima de confiança para que eles saibam como pedir ajuda desde o primeiro momento em que se sentem assediados.

4. Aprenda a diferenciar “amigo” e “contato internet”

não é o mesmo um amigo ou um colega de classe que os pais saibam e com quem a criança tem compartilhado tempo de reprodução e recriações que desconhecido contato Internet que não conhecemos fisicamente ou sabemos nada sobre sua vida. Ele é essencial que as crianças também sabem distinguir o que é um amigo e que um simples toque de redes sociais que você não conhece.

5. Use a proteção que os navegadores incorporam

A maioria dos navegadores tem aplicativos para monitorar o uso seguro da Internet e proteger as crianças do conteúdo adulto. Em alguns casos, é aconselhável ativar a restrição de acesso de acordo com a idade ou bloquear compras por meio de dispositivos móveis. Além disso, através do Histórico do Navegador, podemos consultar as páginas visitadas nos últimos dias.

Desse modo é possível garantir a segurança das crianças na rede e evitar transtornos.

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tags:, , ,